Instalações rápidas!

Instalações Modulares? O que são Skids?

Com o constante aumento da concorrência e crescente competitividade nos mercados, o recurso a instalações modulares, ganha cada vez mais importância e espaço no mercado. Tal é justificado com a redução de custos, a possibilidade de um menor impacto no planeamento e a minimização de tempos de paragem através das soluções “plug&play” (conectar e utilizar) que esto tipo de sistemas possibilita.

Define-se um skid como um subprocesso modular, desenvolvido à medida de uma necessidade identificada.

Este tipo de sistemas é aplicável a vários sectores e processos industriais, sejam eles com recursos a fluídos ou a para tratamento de produtos sólidos.

O que permite um sistema modular?

  • Todo o processo e controlo é preparado nas instalações do fabricante;
  • Realização de testes nas instalações do fabricante;
  • Redução de tempo e mão de obra na instalação;
  • Redução de tempo e mão de obra no comissionamento;
  • Revisão e alteração de Layout e processo dentro de ambiente controlado;

A modularidade, possibilita a movimentação entre fábricas quando a realocação de recursos assim o exige, garantido um transporte mais ágil.

Assim, em formato de skid, os subprocessos são montados num quadro robusto de geometria bem definida, com os interfaces bem referenciados, apresentado um tipo de palete metálica na sua base.

Então quais são os principais motivos para se optar por um skid?

A principal vantagem de fabrico em formato de skids será, assim, a minimização do impacto na atividade principal do processo onde será instalado. Os testes feitos em fábrica com antecedência, a geometria conhecida, a facilidade de transporte e a prontidão com que é instalado, reduzem os tempos de paragem eliminando os problemas de fabricação in loco.

É importante referir que, além de todo o processo, todo o controlo elétrico e cablagem está já incluída, sendo que, na maior parte dos casos, será apenas necessário fornecer a alimentação elétrica.

Outro facto importante de se notar é a redução de acidentes com resultado em equipamentos danificados, uma vez que a sua exposição a outras atividades no local é reduzida.

No que toca ao desenvolvimento de processos industriais, na ENARTIN damos preferência à modularidade. Nesta matéria, seguimos um conceito de otimização que nos possibilita a redução de custos no fabrico e transporte.